14 de julho de 2010

Jornal do Brasil ficará apenas na internet a partir de setembro

O Jornal do Brasil, um dos mais antigos do país (em circulação desde 1891), informou que será 100% digital a partir de 1º de setembro, ou seja, não terá mais uma versão impressa.

"O Jornal do Brasil consultou seus leitores ao longo de um mês. Como sempre, eles querem modernidade. Estar à frente do seu tempo. Tradição e pioneirismo", diz um anúncio de página dupla publicado na edição de ontem (terça-feira).

Porém, em entrevista ao jornal O Globo, Nelson Tanure, proprietário do JB, disse que tentou encontrar um comprador para o jornal, já que as dívidas podem chegar a R$ 100 milhões. Sem sucesso na sua empreitada, decidiu manter o jornal só na internet. Ainda segundo a publicação global, o clima é de tristeza e nervosismo na redação do JB.

6 comentários:

Cris disse...

Eu diria que é uma triste realidade. Mesmo sabendo que é uma tendência mundial o fim das publicações em papel, por outro lado, a "inclusão digital" também está muito aquém de ser uma realidade, ainda, no Brasil.
Bjs.

Guará Matos disse...

É lamentável!
O Jornal do Brasil teve grande responsabilidade na defesa da democracia, principalmente durante o Regime Militar. Atuante e destemido, lutou com resistência na defesa da liberdade.
Infelizmente depois de vários tropeços administrativos, esta fadídicamente entregue ao destino fúnebre.
Mas quem deve estar feliz são os coveiros da liberdade de imprensa, muitos deles vestidos de vermelho e querem transformar o país só para para o uso deles. Vide o progrma atual do PT que apresenta a imprensa restrista e apagada.
"Jaz".

FERNANDO disse...

Oi, Victor.
Concordo plenamente com a Cris e com o Guará. Embora essa tendência exista (e já tenha contemplado publicações como a PCWorld e outras publicações especializadas em informática), a gente ainda sente falta das matérias impressas, no formato original, até pra ler no banheiro (risos). Enfim, sinal dos tempos.
Abraços e até mais.

Áquila Adler disse...

Para mim não vai fazer falta , mas para outros tenho certeza que vai

Rodrigo disse...

So eu conheco 10 pessoas que trabalham diretamente na distribuicao do impresso, todos os dias todas as madrugadas. Agora vejamos quantos trabalhadores da grafica mais serao dispensados, o pessoal da logistica quantos entregadores, o pessoal que vende nas bancas, é realmente lamentavel...
[ ]´s

Prof. Adinalzir disse...

Sentirei muita falta do JB impresso. Fui assinante desse jornal por muitos anos e sempre o considerei um dos melhores do país. Será que com o tempo, só iremos encontrar livros e jornais impressos nos museus? Espero que não!

Postar um comentário

- Comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se com um nome válido!

- Também não é permitido deixar links no campo "Nome". Se você quer, por exemplo, divulgar o endereço do seu blog, use o campo "URL".

- Por fim, vale lembrar que os comentários aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do administrador deste blog.

Related Posts with Thumbnails